Coluna do Dentista

Artigo

Sistemas metal-free: uma visão geral 

Conheça os sistemas de prótese metal-free disponíveis no Laboratório Aliança

Lançados há algumas décadas, os sistemas metal-free foram apresentados ao mercado como uma resposta aos problemas de resistência flexural apresentados pelas porcelanas convencionais e à falta de biocompatibilidade e estética dos sistemas metálicos convencionais. Vistas com ceticismo no início, foram agregando novas propriedades e benefícios e com o crescente número de estudos, tanto laboratoriais quanto clínicos, consolidaram-se como uma opção segura e altamente eficaz de tratamento quando bem indicadas. Eles fazem parte das opções disponíveis do Laboratório Aliança e, por essa razão, decidimos apresentar uma visão geral dos principais sistemas do mercado. 

IPS Empress (Ivoclar Vivadent)

Um dos sistemas mais utilizados em todo o mundo, o Empress é baseado em duas técnicas distintas para a produção de restaurações. 

A primeira técnica é a pintura ou maquiagem, disponível desde a primeira geração do sistema, indicada para inlays, onlays, coroas e laminados. Utiliza cerâmica vítrea de leucita e consiste na confecção direta da restauração através da injeção de pastilhas cerâmicas em um forno especial. Após a desinclusão da peça, ela é pintada com pigmentos especiais para obter maior naturalidade. 

Na segunda técnica, chamada de técnica de estratificação, as pastilhas cerâmicas são de di-silicato de lítio. Nesse caso, as pastilhas são injetadas para fazer copings para próteses fixas de até 3 elementos para a região anterior até segundo pré-molar. Sobre esses copings, aplicam-se camadas ou estratos de uma cerâmica a base de flúor-apatita. Daí o nome estratificação. Essa técnica confere maior resistência e possibilita o uso de uma série de recursos estéticos avançados que possibilitam resultados extremamente naturais. 

Devido à sua alta translucidez e propriedades óticas similares aos dentes naturais, é sem dúvida uma boa opção para casos que requerem excelência em estética, principalmente em restaurações anteriores sem núcleos metálicos e/ou pigmentação. Outra vantagem é ótima adaptação obtida em estudos clínicos, tida como superior à grande parte dos sistemas disponíveis. Essa adaptação ajuda a minimizar casos de fratura e o aparecimento de trincas após a cimentação. A escala de cores utilizada pelo sistema é a Chromascop, exclusiva da Ivoclar Vivadent . 

In-Ceram (VITA)

Diferentemente do Empress, trata-se de um sistema baseado na sinterização de óxidos com a infiltração de vidro. É um veterano entre os sistemas disponíveis no mercado, com quase 20 anos de história clínica. Isso não significa que o In-Ceram parou no tempo. Ao contrário: o sistema ganhou, ao longo do tempo, inúmeros avanços e, seu longo histórico clínico faz com que seja considerado altamente confiável. 

No Brasil, possui duas opções principais: o In-Ceram Alumina e o In-Ceram Zirconia. O In-Ceram Alumina é um sistema para a fabricação de copings com 80% de óxido de alumínio sinterizado e 20% de vidro infiltrado, ideal para coroas anteriores, posteriores e pequenas pontes anteriores. 

O In-Ceram Zirconia possui 2/3 de óxido de alumínio e 1/3 de óxido de zircônio, com 25% do seu peso correspondendo ao vidro infiltrado. Sua resistência flexural é uma das mais altas entre os sistemas metal-free chegando a até 700 Mpa. Isso torna o In-Ceram Zirconia indicado para coroas posteriores e pontes de até 3 elementos suspensos posteriores, bem como de canino a canino. 

Outra característica do sistema In-Ceram (Alumina e Zirconia) é a sua maior opacidade quando comparado ao Empress que é algo interessante quando desejamos mascarar áreas pigmentadas, núcleos metálicos e componentes metálicos de próteses sobre implantes. As cerâmicas utilizadas com o In-Ceram permitem a utilização das escalas VITA convencional e da nova VITAPAN 3D-MASTER. 

Procera (Nobel Biocare)

Assim como os sistemas anteriores, a palavra Procera é utilizada para descrever não apenas um, mas vários produtos. Em comum, todos são baseados no sistema CAD/CAM onde o modelo ou troquel é "escaneado" em leitores por contato ou através de raios laser. Essa leitura é interpretada por um computador que cria um modelo virtual sobre o qual é projetada a infra-estrutura. Essas informações armazenadas no computador são enviadas via internet e os copings são produzidos individualmente por robôs em fábricas nos Estados Unidos e na Suécia. Atualmente, fazem parte linha dois sistemas metal-free: o Procera AllCeram (óxido de alumínio densamente sinterizado) e o Procera AllZirkon (óxido de zircônio densamente sinterizado). Segundo o fabricante, o Procera tem um processo de fabricação mais avançado, 

com precisão micrométrica. Os copings são compostos por mais de 90% de óxido densamente sinterizado garantindo alta resistência flexural, estabilidade e biocompatibilidade. Outra vantagem do sistema é a padronização da qualidade, pois a fabricação é totalmente automatizada eliminando as oscilações de qualidade devido às limitações e falhas humanas. A escala utilizada é a VITA convencional. 

SR Adoro

Novo sistema estético da Ivoclar, o Adoro possui características comuns às resinas e às cerâmicas. É um compósito fotopolimerizável com carga inorgânica e uma revolucionária matriz que dá alta homogeneidade ao material. Essa superfície homogênea resultante oferece maior resistência à perda de brilho, pigmentações e formação de placa bacteriana. Outro destaque são suas propriedades óticas com opalescência e brilho muito naturais. A abrasão é similar aos dentes naturais e o material permite a associação com as fibras Vectris. Além de coroas e próteses fixas anteriores e posteriores de até 3 elementos, o material pode ser utilizado para a fabricação de inlays, onlays e como revestimento estético de próteses metalocerâmicas ou próteses sobre implantes. 

Targis 

É um compósito de revestimento com conteúdo extremamente alto de partículas inorgânicas. O sistema de cor coordenado com a escala de cores Chromascop, oferce a possibilidade de fazer próteses combinadas harmoniosas e altamente estéticas. Com a ajuda de materiais complementares como Impulse e Effect permite a elaboração de restaurações com aspecto natural. Assim como o sistema SR Adoro, o Targis é um compósito que permite a associação com a fibra Vectris, o recobrimento de estruturas metálicas e a estratificação de modo controlado e eficiente. Indicado para a confecção de pontes anteriores e posteriores, coroas, inlays, onlays e facetas. 

Para saber mais contate nossos técnicos para obter mais detalhes através do telefone (11) 3032-0079 ou através do e-mail alianca@laboratorioalianca.com.br


Esta matéria faz parte do ALIANEWS - Informativo do Laboratório Aliança.
Edição:
Alianews 01 - maio de 2005
Faça o download do informativo aqui.

Arquivo: alianews01.pdf
Tipo: Adobe PDF
Tamanho: 218 KB
No. de páginas: 02
Idioma: Português


Publique seu artigo

Esta seção do nosso website é dedicada aos profissionais e pesquisadores que desejam compartilhar seus conhecimentos e experiências do dia a dia. Você pode contribuir para enriquecer o conteúdo do site, enviando o seu artigo para o e-mail marketing@laboratorioalianca.com.br. Teremos o maior prazer em publicá-lo.

Voltar




Telefone: 11 3032-0079 | 11 3093-0060
Endereço: Rua Simão Alvares, nº 538 - Pinheiros - CEP 05417-020 - São Paulo / SP
E-mail: contato@laboratorioalianca.com.br

Responsável técnico: Marcos Celestrino | CRO-SP TPD 2668
Laboratório Aliança de Prótese Odontológica Ltda | CRO-SP LAB 624
© 2011 - Laboratório Aliança - Direitos reservados
DOAcomm
Voltar